Fórum

Bem vindo a Pearl Hill City, a velha Pearl antes do caos que a guerra provocou. Mr. Harry Hill foi o fundador da nova cidade, reconstruiu-a conforme os desejos dos seus moradores e visitantes. Visitantes esses que aumentam a cada ano, todos para ver a beleza e diversão que Pearl Hill City tem. Diversão que pode ser arruinada pela bisneta do fundador, Savannah Hill. Tenham cuidado com ela.

Agora a escola torna mais difícil a tarefa da pessoa que está por detrás da Savannah, se queres que ela publique sobre o teu personagem no seu blog, manda MP a Savannah Hill a contar-lhe o que te aconteceu!

Staff
Festas

Como sabem, Pearl Hill é bastante conhecido pelas festas, tanto da família Hill, como dos restantes habitantes.
Se és um desses habitantes e queres organizar uma festa, fala com a Savannah Hill por mp com o seguinte formulário:

Nome do anfitrião:
Local da Festa: [podem realizar-se festas na universidade e nas escolas]
Tema:
[]Festa de praia; []Festa/Baile de Gelo; []Sem tema; []Festa/baile de máscaras
Outro tema: Nome da Festa:

E não te esqueças, uma festa sem escândalo não é festa.

Últimos assuntos
» Pedidos de Habitação
Qua Ago 29, 2018 6:16 pm por Claire Campbell

» Registo de Avatares
Qua Ago 29, 2018 5:22 pm por Claire Campbell

» [FP] Claire Campbell
Qua Ago 29, 2018 5:21 pm por Claire Campbell

» Anexo
Qui Jun 28, 2018 8:02 pm por Katherine Moore Grant

» Bar e Refeitório escolar
Sex Abr 20, 2018 8:58 pm por Noah Harrinson

» Outras
Qui Abr 12, 2018 10:12 pm por Noah Harrinson

» Quintal
Qui Abr 12, 2018 10:12 pm por Noah Harrinson

» Cozinha
Qui Abr 12, 2018 10:11 pm por Noah Harrinson

» Sala de estar
Qui Abr 12, 2018 10:10 pm por Noah Harrinson

» Casa de Banho
Qui Abr 12, 2018 10:10 pm por Noah Harrinson

Parceria

Parceiros
SkyFalls Village RPGbutton

Quarto da Sarah e da Hannah

Ir em baixo

Quarto da Sarah e da Hannah

Mensagem por David Wales em Sab Ago 31, 2013 10:39 pm


❂ PHC ❂





I won't give up until i have you.

avatar
David Wales
Morador
Morador

Mensagens : 197
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Sarah e da Hannah

Mensagem por David Wales em Sab Ago 31, 2013 11:08 pm

Hoje só tinha tido uma aula de manhã e por isso, pude ir trabalhar mais cedo, o que provavelmente significava que hoje ia receber mais um pouco do que nos outros dias. Pelo menos isso. Sacudi o cabelo depois de ter dado um mergulho para ajudar uma criança que estava meio aflita na piscina e quando me estava a dirigir de novo para o meu posto vi o meu colega chegar, estava na hora de me ir embora.
- 'Tão? - Julian aproximou-se, levantando a mão para fazermos o nosso cumprimento.- muitas miúdas giras hoje? - abanei a cabeça, dando-lhe uma leve chapada na cabeça e fui pegar na minha camisola, colocando-a sobre o ombro, guardando o telemóvel no bolso.
- Acho que não estás com muita sorte.- ri-me, vendo-o fazer uma expressão desiludida.- a não ser que te interesses por miúdas bem mais novas do que tu.- apontei com o queixo para a miúda que tinha acabado de ajudar, vendo Julian fazer uma expressão de nojo.
- Mais depressa ficava com a tua irmã.- calei a gargalhada, ficando com ela a meio e olhei-o com uma cara tão séria que o fez arregalar os olhos.- pronto, já me calei, vai-te lá embora.- levantou as mãos no ar, como que se a redimir e eu apenas assenti, voltando à minha expressão mais descontraída.
- Até amanhã.- disse apenas, saindo dali. Eu sabia que Sarah não passava propriamente despercebida, ainda para mais visto que estava naquela idade em que se começava a interessar por maquilhagem, roupa, e sobretudo por rapazes. Fiz uma careta, abanando a cabeça com um suspiro e fui caminhando até casa, abrindo a porta do prédio assim que lá cheguei. Subi pelas escadas até ao terceiro andar, visto que o elevador continuava avariado e só parei quando finalmente cheguei junto à porta. A sorte é que eu estava habituado a exercício. Procurei pela chave certa, abrindo a porta e nem foi preciso dizer que tinha chegado para sentir Hannah agarrada à minha perna.
- A mãe disse que vinhas cá hoje.- disse ela, olhando-me toda sorridente.- estivemos a fazer um bolo.- baixei o olhar para ela, passando os dedos pelo seu cabelo loiro e agarrei nela ao colo, dando-lhe um beijo na bochecha.
- Isso são tudo saudades? - perguntei, vendo-a assentir e agarrar-se ao meu pescoço.- onde é que está a Sarah? - perguntei.
- Está no teu putador.- disse ela, voltando a levantar a cabeça para me olhar.- não me deixa entrar no quarto.- suspirou toda tristonha. Beijei-lhe a testa, para ver se ficava mais sorridente e ela voltou a agarrar-se a mim.
- Vai ter com a mãe sim? - pousei-a no chão.- diz-lhe que eu já vou ter com vocês.- ela assentiu, correndo logo para a cozinha e eu encaminhei-me até à porta do quarto da minha irmã, nem pedindo licença para entrar.
- Mas que...- Sarah sobressaltou-se, fechando o tampo do computador de repente.- o que é que pensas que estás a fazer? - praticamente guinchou.- eu estava ocupada! - ignorei todo o seu histerismo e aproximei-me da cama, tirando-lhe o computador das mãos.
- O que é que estavas a ver? E porque é que não deixas a Hannah entrar aqui? - perguntei.
- Dá-me o computador Dave! - ela exigiu, tentando agarrá-lo, mas como eu era mais alto, não conseguiu.
- Não me vais dizer? - perguntei com as sobrancelhas levantadas.- muito bem, eu descubro de qualquer das formas.- encolhi os ombros e abri o tampo do computador, ficando a olhar para o ecrã durante uns segundos. Aquilo tinha tanta letra que eu nem sabia por onde começar, mas houve algo que me chamou a atenção.

«Então não é que a irmã mais velha dos Wales anda por aí a petiscar os jeitosos todos? Eles parecem sair satisfeitos, mas sem pouco dinheiro. Coitadinhos...
Savannah.»


Senti os meus músculos contraírem-se e nem li mais nada, atirando com o computador para cima da cama, que por sorte não caiu dela abaixo.
- Quem é esta p..- respirei fundo, tentando controlar-me.- quem é esta? - Sarah baixou o olhar, claramente embaraçada e apenas encolheu os ombros.
- É uma rapariga da tua escola.- respondeu num tom baixo. Respira Dave, lembra-te de respirar. Cerrei o maxilar, passando os dedos pelo meu cabelo com tanta força que tinha a certeza que o tinha deixado despenteado.
- E como é que ela te conhece? Aliás, porque é que ela está a escrever estas coisas sobre ti? - perguntei, tentando não elevar o tom de voz para não assustar Sarah nem a minha mãe.
- Ela é amiga de uma amiga minha..
- Aquelas gajas velhas com quem te dás agora? - perguntei. Não eram só os rapazes que me preocupavam, as novas companhias também. Ela ficou a olhar para o chão, sem responder e isso só serviu para me irritar ainda mais.- responde Sarah! - acabei por falar num tom mais elevado.
- Sim.- ela disse por fim.- mas tu nem penses que vais fazer alguma coisa Dave! - já era demasiado tarde, eu estava demasiado alterado para pensar duas vezes no que ia fazer. Ninguém falava mal da minha família e quem o fizesse, ia ter de se haver comigo.
- Diz à mãe que eu tive de sair.- murmurei apenas e saí disparado do seu quarto e depois da mesma forma de casa. Desci as escadas num instante e saí do prédio. Ia encontrá-la e ia fazê-la retirar tudo o que tinha dito, custasse o que custasse.

❂ PHC ❂





I won't give up until i have you.

avatar
David Wales
Morador
Morador

Mensagens : 197
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Sarah e da Hannah

Mensagem por David Wales em Seg Set 02, 2013 4:00 pm

Limitei-me a fingir que não tinha ouvido nada do que aquela gaja tinha dito, era melhor assim ou ia arrepender-me seriamente do que estava prestes a fazer. Eu tinha prometido a mim próprio que nunca o faria, e apesar de já ter quebrado uma promessa, isso não ia voltar a acontecer, não depois de ter assistido ao que assisti quando era pequeno, apesar de esta gaja me tirar do sério, não lhe ia fazer isto. Fechei as mãos em punho, enquanto me sentia num confronto interior e saí da universidade antes que me desse vontade de voltar atrás, mais do que aquela que já tinha. Fui tentando acalmar-me durante o caminho, para não criar mau ambiente em casa e assim que lá cheguei, abri a porta do prédio e depois de subir as escadas, abri a de casa. Estava a entrar quando vi Sarah passar em direcção à sala.
- Ainda bem que estás aqui.- disse, agarrando-lhe no braço e puxando-o para dentro do seu quarto.- não quero que te dês mais com essas miúdas.- disse, depois de ter fechado a porta para que ninguém nos ouvisse.- Sarah endireitou-se, nem tendo tempo de reclamar por eu a ter puxado, mas quando interiorizou as minhas palavras, olhou-me com uma expressão incrédula.
- Eu não vou parar de me dar com elas.- disse decidida, cruzando os braços ao peito.- elas são minhas amigas.- revirei os olhos, passando uma mão pela cara e respirei fundo.
- Não Sarah, o problema é que elas não são tuas amigas.- abanei a cabeça.- e nós não precisamos de mais problemas.- disse.- o blog daquela gaja é lido por toda a gente, já pensaste na fama com que vais ficar? - perguntei.- toda a gente acredita no que ela escreve! - fiz um gesto qualquer com a mão. Ela apenas encolheu os ombros.
- Eu não me importo com o que as pessoas pensam, e pensava que tu também não.- olhou-me.- e eu disse-te para não te meteres, não és meu pai.- sorriu-me tal e qual a outra irritante.- que eu saiba esse está bem sossegadinho atrás das grades.- ela podia ser minha irmã, mas também sabia como me tirar do sério.
- Eu posso não ser teu pai.- murmurei já a começar a passar-me.- mas sou teu irmão e que eu saiba, sou eu que te dou de comer.- tentei não elevar o tom de voz.- e se pensas que vou deixar que isto continue, estás muito enganada.- olhei-a.- tens mais amigos, e muito melhores do que elas, por sinal.
- Pára de te meter na minha vida! - gritei-lhe.- eu faço o que quero e dou-me com quem quiser! - bateu com o pé no chão.- estou farta de ti!- gritou ainda mais alto, saindo disparada do quarto. Fiquei meio parado ainda a absorver as suas palavras e abanei a cabeça ao mesmo tempo que soltei um suspiro frustrado. Fui até a uma das camas, sentando-me na pontinha da mesma e levei as mãos ao meu cabelo, apertando-o com força. Por mais coisas que fizesse, nada era suficiente, iam sempre haver problemas, eu já não conseguia mais lidar com isto. Não levantei a cabeça quando ouvi o som da porta a abrir-se, só o fiz quando senti uns bracinhos pequenos em volta do meu pescoço. Hannah tinha trepado pela cama e estava de joelhos para me conseguir abraçar.
- Zangaste-te com a Sarah? - perguntou baixinho, afastando as minhas mãos do meu cabelo para conseguir vir para o meu colo.
- Mais ou menos.- respondi num tom mais baixo, deixando que subisse para as minhas pernas.- não ficaste chateada com o mano por ter ido embora? - passei uma mão pelo seu cabelo loiro. Ela encolheu os ombros.
- Um bocadinho.- respondeu.- mas eu sabia que voltavas e a mãe deixou-me comer bolo.- sorriu toda marota.- não fiques tiste.- esticou-se até me dar um beijinho na bochecha.- a Sarah é totó.- sorri, abraçando-me ao seu corpinho magro e escondi a cara no seu pescoço, ao menos Hannah ainda não me dava problemas.
- Gostas do mano? - perguntei contra o seu pescoço, o que a fez rir com as cócegas. Eu era tão gay e sentimental ao pé dela.
- Gosto mais do Zac.- o Zac era o seu suposto namorado. Levantei a cabeça, semicerrando-lhe os olhos, o que a fez rir-se mais.- mas sim, gosto muito de ti Davi.- deu-me um beijinho no nariz, que me fez sorrir e voltar a abraçar-me a ela.
- Eu também gosto muito de ti pirralha.

❂ PHC ❂





I won't give up until i have you.

avatar
David Wales
Morador
Morador

Mensagens : 197
Data de inscrição : 30/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Sarah e da Hannah

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum